Entenda como pensa a nova geração de empreendedores brasileiros

O avanço da tecnologia tem provocado transformações comportamentais significativas na sociedade como um todo. Isso também tem refletido no perfil dos empreendedores brasileiros. Porque, diferentemente de 20 anos atrás, hoje, de cada 3 jovens, dois planejam abrir o próprio negócio.

Esses dados fazem parte de um estudo socioeconômico realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), acerca dos valores, das crenças e da relação com o trabalho dos jovens desta geração.

Para se ter uma ideia, mais de 20% dos empreendedores brasileiros têm entre 18 e 24 anos. E os motivos que os impulsionam a empreender são vários, pois transitam desde a falta de estabilidade profissional no mercado à necessidade por inovação.

Quer descobrir como pensa a nova geração? Leia este artigo até o fim.

Quem são os novos empreendedores brasileiros?

Dados recentes da pesquisa nacional sobre o “Perfil do Jovem Empreendedor Brasileiro”, implementada pela Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje), deixaram claro que o sexo masculino ainda predomina quando o assunto é o empreendedorismo. Apesar disso, o sexo feminino avança, já que soma quase 30%.

A pesquisa, que utilizou informações de mais de 5 mil jovens, de 27 estados, também revelou o seguinte:

  • os participantes entre 26 e 30 anos se mostraram mais atuantes (35%);
  • a faixa etária daqueles que pensam em empreender está entre 21 e 25 anos (18%);
  • a maioria possui ensino superior (42%);
  • a renda familiar dominante varia entre 6 e 10 salários-mínimos (32%);
  • a maior parte dos entrevistados se conecta com o tema “empreendedorismo” por meio das redes sociais e sites (62,8%);
  • os participantes de entidades empresariais jovens somam 43%;
  • a maior parte (51%) é integrante de Associações de Jovens Empresários (AJE’s).

Que motivos os levam a empreender?

Sabemos que o sonho de abrir o próprio negócio passa pela cabeça de muita gente. Afinal de contas, quem não gostaria de ser o próprio chefe?

Mas, não é somente por esse motivo que as pessoas têm considerado a ideia de ter a própria empresa, uma vez que a mudança cultural, bem como a crise financeira, também contribuem para esse tipo de iniciativa. Além disso, outros fatores são relevantes:

  • vontade de mudar o mundo;
  • flexibilidade de horário;
  • independência financeira;
  • oportunidade de negócio;
  • continuidade no negócio da família;
  • inovação tecnológica.

Quais são os segmentos mais buscados?

As áreas de serviços e comércio estão entre as mais apreciadas, pois, juntas somam 75% das empresas, segundo informações da Conaje. Em seguida, os setores da indústria e tecnologia surgem entre os mais procurados para se investir.

Que outros fatores influenciam na tomada de decisão?

O empreendedorismo por necessidade cresceu, sobremaneira, nos últimos anos no Brasil. Muitos brasileiros se viram em situações de emergência financeira e tiveram que pensar rápido acerca de algo para desenvolver.

Não só isso, as condições relacionadas à qualidade de vida, saúde, educação e tecnologia também contribuíram com esse crescimento. Afinal, a transformação positiva do cenário é o que torna o empreendedorismo instigante. 

Outro fator que intensificou a corrida pelo negócio próprio certamente está relacionado com a visibilidade que as startups conquistaram. Pois a possibilidade de criar algo escalável e rentável (em pouco tempo) despertou nos jovens o interesse de fincar a própria bandeira no mundo empresarial.

Além disso, o acesso fácil às tecnologias e redes de compartilhamentos influenciou consideravelmente esse processo de disseminação de ideias. Hoje, antes mesmo de eles irem para a faculdade, podem buscar inspirações nos cases de sucesso, na mentoria on-line, enfim, estão imersos em um universo completamente diferente de seus pais.

A nova geração de empreendedores brasileiros está começando cedo no mundo dos negócios, pois a vontade de fazer diferente e melhor tem impulsionado milhares de jovens. Mesmo fracassando, eles são capazes de olhar para o futuro com perspectivas positivas, expressando todo o aprendizado por meio de ações impactantes.

E você, também faz parte da nova geração de empreendedores brasileiros? Comente, a gente quer saber!

 

  • Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agência Euphoria 2017 - © Todos os direitos reservados